Igreja de Conceição da Barra será restaurada com recursos do Governo do Estado

30

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Conceição da Barra, será restaurada com recursos do Governo do Estado. Em solenidade realizada nesta quarta-feira (4) no Palácio Anchieta, o governador Renato Casagrande anunciou um edital de chamamento público para Organizações da Sociedade Civil interessadas em promover as modificações necessárias no prédio, que é patrimônio tombado pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC). O custo da obra, que vai durar um ano, é de cerca de R$ 620 mil.

Para o governador Renato Casagrande, o investimento é importante porque vai ao encontro do trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado de resgatar prédios históricos. “A igreja conta a história do local, além de ser uma manifestação de fé. Então, resgatar esse patrimônio é muito importante. A Capela de Santa Luzia, no Centro de Vitória, está quase pronta.  Queremos resgatar, através da cultura, uma história que seja o presente e o futuro das pessoas”, disse.

Casagrande também destacou os investimentos que incrementam a cultura local: “Conceição da Barra é a terra da diversidade cultural e tem que ter na cultura um instrumento de oportunidade para as pessoas. A cultura precisa trazer benefícios ao desenvolvimento. Quando resgatamos patrimônios, criamos um roteiro de visitação. As dunas de Itaúnas são uma atração e a partir do ano que vem será muito mais fácil a chegada ao local, com a nova rodovia e o maior o cuidado com a proteção ambiental”, lembrou.

Estiveram presentes na solenidade representantes da Arquidiocese de Vitória,  além do prefeito de Conceição da Barra, Francisco Vervloet; e o padre João Batista, da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição.

O secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha, comentou sobre ações no norte do Estado e enfatizou o compromisso do Governo com a região. “É nosso compromisso aliar desenvolvimento cidadão, proteção dos nossos saberes ancestrais, o desenvolvimento econômico e o desenvolvimento de base comunitária”, pontuou.

Restauração

A gerente de Memória e Patrimônio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Patrícia Bragatto, explicou a importância desta parceria. “Com objetivo de valorizar e preservar o patrimônio cultural do Estado, o chamamento público tem por objeto, selecionar proposta de trabalho que tenha como linha temática a educação patrimonial que dialogue com a comunidade e que promova a preservação do nosso bem cultural tombado, incluindo o restauro e garantindo a integridade física da Igreja Nossa Senhora da Conceição”, afirmou.

O restauro contemplará piso, forro, escada, reboco interno, fachada, pavimentação externa e pintura do prédio. A Secult receberá propostas por um prazo de 30 dias a contar da data da publicação do edital. Os concorrentes passarão por análise da comissão de seleção.

A igreja

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição funcionou como capela no começo do Século XIX. Foi erguida em 1812 e elevada à condição de paróquia em 1831 por ter uma pia batismal e um cemitério.

A edificação tem particularidades que a diferem das demais construções religiosas do mesmo período no Estado, já apontando para outras linguagens estilísticas renovadoras, como o ecletismo e o art déco. Em nota técnica da Secult, justifica-se que a arquitetura da igreja “recria uma nova forma estética a partir das influências da arquitetura colonial”.

Com Informações:
Assessoria de Comunicação do Governo Giovani Pagotto

Assessoria de Comunicação da Secult Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac

Comentários Facebook