Casagrande participa da formatura de sargentos no Corpo de Bombeiros

25
Foto: Hélio Filho/Secom

O governador Renato Casagrande participou, na manhã desta sexta-feira (23), da solenidade de formatura de 94 sargentos do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito Santo. Durante o evento realizado no Quartel do Comando-Geral da Corporação, em Vitória, foram apresentados os 147 novos alunos soldados que iniciam o curso de formação após serem aprovados no último concurso público para preenchimento de vagas.

“Quero deixar minha palavra de gratidão aos sargentos que finalizaram o curso. Vocês já têm uma trajetória dentro da corporação. Se prepararam e agora são sargentos, dando sequência a uma carreira e consolidando o trabalho desta Instituição. O Estado tem um nível de organização muito bom, seja na área fiscal ou na área de políticas públicas e saibam que iremos valorizar todos vocês dentro da condição que o Estado tem”, afirmou Casagrande.

A solenidade também foi marcada pela emoção com uma homenagem feita ao subtenente Marco Antônio Cordeiro, morto esta semana durante uma operação de salvamento na região sul do Estado. O nome do militar batizou a turma do Curso de Habilitação de Sargentos. Em sua fala, o governador destacou a atuação do bombeiro militar e da Corporação, que está entre as mais respeitadas pela sociedade.

“O bombeiro militar atua em momentos de riscos de uma pessoa, de uma comunidade e até de animais. Acabamos de perder um bombeiro que estava trabalhando. Quem faz parte desta Corporação, entra para se doar. Vocês irão enfrentar incêndios, enchentes, seca, perigos ao extremo, pessoas perdidas em matas. É um trabalho nobre, desenvolvido com muita dedicação. Não é um trabalho apenas para cumprir hora, mas de dedicação ao máximo”, asseverou.

Casagrande reafirmou o desejo de valorizar os profissionais, devendo o Governo também prover toda a estrutura necessária para o trabalho. “Sabemos que o momento da economia não é dos melhores, mas sabemos também da necessidade de valorização e iremos realizar! Vamos criar nesse ambiente, aqui no Quartel do Comando-Geral, um Centro de Gerenciamento de Desastres, pois sabemos que a ação do homem no meio ambiente tem gerado alterações no clima e precisamos nos adaptar e nos preparar”, apontou.

Com informações: Assessoria de Comunicação do GovernoGiovani Pagotto

Comentários Facebook