Idosa contrata pistoleiros para vingar o filho e é assassinada na Serra

Solução do crime foi apontada pela polícia, após conclusão de inquérito

19

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investigou a morte de Lucília de Aquino Batista, de 70 anos, assassinada no dia 14 de maio deste ano, no bairro Novo Horizonte, na Serra. O caso foi investigado pela Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Mulher (DHPM).

Segundo o inquérito da polícia, a idosa contratou pistoleiros para matar os assassinos de seu filho. Ela, que não era casada, tinha um único filho e decidiu contratar os criminosos para vingar a sua morte.

O corpo de Lucilia foi encontrado em um imóvel abandonado na rua Quetzal, em Novo Horizonte, Serra. A vítima vestia apenas blusa e calcinha, e foi atingida por três disparos na cabeça.

“Ela acreditava que tinha identificado o responsável pela morte do seu filho. Assim, procurou os suspeitos e ofereceu três mil reais para que matassem essa pessoa. Os investigados ficaram com o dinheiro e acabaram executando a idosa, porque ela espalhou pelo bairro que eles teriam pegado o dinheiro dela e não devolveram”, explicou a delegada da DHPM, Raffaella Almeida.

Os três suspeitos de cometer o crime foram presos nesta quinta-feira (15): Maxsuel dos Santos Nascimento, 18 anos, e dois adolescentes, de 16 e 17 anos. As investigações começaram logo após o crime.

Maxsuel foi indiciado por homicídio duplamente qualificado e majorado, além de corrupção de menores. Já os adolescentes vão responder por ato infracional análogo ao mesmo crime.

Com Informações: Tribuna On Line

Comentários Facebook