Batalha ideológica: Mais de 2 mil demitidos por discussões sobre política

Mesmo em um ano sem eleição no País, brigas dentro do trabalho e nas redes sociais continuam a provocar a perda do emprego

55
Com quase 20 anos de trabalho em uma instituição de ensino, um professor de 59 anos foi demitido este mês e disse que a motivação está relacionada a questões políticas (Foto: Dayana Souza / AT)

Já tem um tempinho que os resultados das urnas eleitorais foram sacramentados mas, até hoje, as convicções políticas têm motivado brigas dentro de empresas e também nas redes sociais, por conta de uma ruptura entre os brasileiros.

Nem sempre esse problema é resolvido no ambiente corporativo. Nos casos extremos, as discussões resultam em demissões. Em um período de um ano, por exemplo, cerca de 2 mil empregados foram demitidos no Estado.

O cálculo foi feito pela psicóloga e especialista em Pessoas e Carreiras Gisélia Freitas, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), considerando as demissões ocorridas em 12 meses, ou seja, 323.753.

COM INFORMAÇÕES TRIBUNA ONLINE

Comentários Facebook