Criatividade e empreendedorismo: Bandes financia negócios da Economia Criativa

Bandes apoia negócios ligados às atividades que usam o conhecimento, a criatividade e o capital intelectual como recursos produtivos.

14

Chama-se “Economia Criativa” um conjunto de atividades com produtos diferenciados, frutos da criatividade daqueles que os concebeu, tais como filmes, discos, livros, games, produtos de design, dentre outros. Os empreendedores capixabas destes segmentos tem o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) como parceiro para a potencialização de seus negócios, disponibilizando recursos financeiros por meio de linhas de crédito com condições adequadas as atividades.

O estímulo à economia criativa se dá pelo apoio a empreendimentos e projetos que possuam como característica contribuir para o desenvolvimento sustentável, utilizando processos que envolvam criação, produção e distribuição de produtos e serviços, usando o conhecimento, a criatividade e o capital intelectual como principais recursos.

Iniciativas relacionadas à economia criativa caracterizam-se por gerar direitos de propriedade intelectual (direito autoral, direitos conexos, registro de marcas, patentes e registro de personagens e formatos) e por gerar ativos intangíveis com potencial de geração de receitas.

Projetos relacionados com a economia criativa apresentam grandes perspectivas de crescimento e merecem estímulos especiais de uma instituição de fomento, visto que muitas das atividades relacionadas estão inseridas em cadeias produtivas, com grande potencial econômico.

No Espírito Santo, a economia criativa apresenta um grande potencial de crescimento, com efeito positivo para o desenvolvimento de outros setores importantes e dependentes da criatividade para agregar valor aos seus produtos, como confecções, mobiliário e peças de acabamento de rochas ornamentais.

O Bandes apoia diversas atividades ligadas à economia criativa por meio de linhas de crédito produtivas, compreendendo negócios que englobam a infraestrutura necessária e o processo de criação, produção, comercialização, distribuição e consumo/fruição de produtos e serviços, que usam o conhecimento, a criatividade e o capital intelectual como principais recursos produtivos, muitas vezes por meio de conexões multissetoriais.

DA REDAÇÃO DO JORNAL A ILHA | COM INFORMAÇÕES Assessoria de Comunicação Social do Bandes

Comentários Facebook