Jorginho propõe levar tratamento de esgoto a bairros periféricos

14

O presidente da Câmara, vereador Jorginho Cabeção, indicou ao prefeito
Daniel Santana a construção de uma estação de tratamento de esgoto –
ETE, para atender os bairros Santo Antônio, Vitória, Bonsucesso I, II e
III, Morada do Lago, Ayrton Senna, São Miguel, Colina e Aroeira.
Em sua solicitação, o parlamentar defende a necessidade urgente de
preservar o meio ambiente e garantir o bem-estar dos moradores. “A
estação de tratamento de esgoto é de extrema importância para a saúde da
população, pois evita a poluição ambiental e a propagação de doenças e
epidemias, justificou o vereador”.

DÉFICIT SANITÁRIO

Cerca de 100 milhões de brasileiros não possuem coleta e tratamento de
esgoto, resultando na contaminação do solo. Somente 10% do esgoto
brasileiro coletado é tratado, o resto é descartados nos afluentes,
acarretando em doenças como a cólera, leptospirose, hepatites, diarreia
e esquistossomose, por exemplo.
“É importante observar que o esgoto tratado, além de evitar que as
doenças se espalhem, ajuda a reduzir consideravelmente, os gastos do
Estado com tratamentos médicos realizados na rede pública”, ressaltou
Jorginho.

TRATAMENTO

ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, é a unidade operacional do
sistema de esgotamento sanitário que através de processos físicos,
químicos ou biológicos removem as cargas poluentes do esgoto, devolvendo
ao ambiente o produto final, efluente tratado, em conformidade com os
padrões exigidos pela legislação ambiental.

REDE DE ESGOTO NO COLINA

Jorginho também reiterou pedido ao prefeito para o término da construção
da rede de esgoto do bairro Colina. Conforme o vereador, a obra foi
iniciada, porém, por motivos que desconhece acabou interrompida.
”Solicitamos mais uma vez à prefeitura a retomada do serviço. Este é o
anseio dos moradores. O bairro fica numa região de muito declive e
quando chove o esgoto transborda, provoca alagamento de ruas e, depois,
os dejetos permanecem represados nas vias, causando mau cheiro e
trazendo risco de contaminação”, alertou o vereador.

APROVAÇÃO

As duas indicações foram aprovadas pelo parlamento na sessão ordinária
da última terça-feira, 28 de maio e seguiram para apreciação do Chefe do
Poder Executivo.

Comentários Facebook