Fazendeiros de Nova Venécia são sequestrados em Minas Gerais

31

Dois fazendeiros de Nova Venécia foram sequestrados por criminosos da cidade de Manhumirim (MG). As vítimas foram rendidas no município de Reduto, também em Minas Gerais, após serem atraídas por um anúncio de um trator divulgado em uma rede social.
A polícia mineira, que teve a colaboração da Polícia Militar do Espírito Santo, encontrou o local onde os fazendeiros estavam em cárcere privado, às margens da rodovia MG-111, prendeu dois suspeitos e apreendeu dois menores.
Segundo o capitão Fernando Gonçalves, do 11º Batalhão da Polícia Militar, em Manhuaçu, que atendeu a ocorrência, a Polícia Militar do Espírito Santo compartilhou com a polícia mineira a informação de que dois fazendeiros saíram da cidade de Nova Venécia para adquirir um trator em Minas Gerais, informando dados das vítimas e a placa do veículo de propriedade dos fazendeiros.
Com ajuda de uma equipe da cidade de Reduto, também em Minas Gerais, na manhã desta sexta-feira (17), a polícia obteve a informação de que um menor circulava com o veículo de propriedade das vítimas nas proximidades de um posto de combustível.
“A equipe da cidade de Reduto já teria solicitado uma consulta da placa do veículo de propriedade das vítimas, já que havia recebido denúncias de que tinha um menor infrator trafegando com esse veículo nas proximidades de um posto de combustível. A partir da identificação desse menor, nós diligenciamos, conseguimos localizar o menor, que estava com a chave do veículo no bolso. Posteriormente, nós localizamos o veículo das vitimas na cidade de Manhuaçu e, a partir daí, começamos a realizar os levantamentos para saber do paradeiro das vítimas”, contou Gonçalves.

O capitão da PM disse que os criminosos estavam aguardando um depósito em dinheiro para liberar as vítimas: “Esse depósito chegou a ser feito, mas, por um erro dos próprios autores do crime, os valores foram estornados para a conta das vítimas. Com o passar do tempo, levantamos outras informações e chegamos aos outros autores do sequestro. As vítimas tiveram ciência de que os menores foram apreendidos e foram liberados. Aí, fizemos o trabalho final de identificação e prisão de dois criminosos, e estamos fazendo diligências para prender os demais”, disse Gonçalves.

DA REDAÇÃO DO JORNAL A ILHA | COM INFORMAÇÕES TRIBUNA ONLINE

Comentários Facebook