São Mateus discute construção de barragem no Bamburral

12
Foto: Hilmar de Jesus

Em meio à discussão do problema de abastecimento de água e saneamento de São Mateus, a Associação Empresarial do Norte do Estado (Assenor) promoveu na manhã desta sexta-feira um debate para discutir a implantação de uma barragem no Bamburral. Seria a primeira solução para o abastecimento de São Mateus o e solução para o problema da agricultura que sofrem em períodos prolongados de estiagem, com água salinizada.

O encontro, realizado na sede da Assenor contou com a presença de empresários, políticos, e demais seguimentos da sociedade. “Estamos prosseguindo com um debate para viabilizarmos a elaboração de um novo projeto para implantação da barragem no Bamburral”, destacou o presidente da Assenor, Atanagildo Beltrame, o Natan.

Em meio à discussão e debates que resultou na criação de uma comissão com representantes de vários seguimentos, o deputado Freitas (PSB) anunciou que está agendada uma reunião na segunda-feira com a Cesan, em Vitória, para discutir a possibilidade de compor um processo no qual insere a questão do Saae, responsável pelo abastecimento de água da cidade de São Mateus.

Na abertura do encontro o engenheiro Wellington Secundino, do Idaf (Instituto de Defesa Agroflorestal) fez uma explanação através de vídeo de possíveis pontos onde pode ser instalada a barragem em propriedades rurais ao longo da margem do rio São Mateus, também conhecido como Rio Cricaré. Foi, na ocasião, apresentado um estudo técnico de como pode vir a ser a barragem.

Em um ponto os empresários Jacimar Zanelato e Natan Beltrami concordaram: a construção da barragem deve ser amplamente discutida sem que prejudique a questão imediata que é solução de abastecimento de água de São Mateus. E por sugestão do presidente da Câmara de Vereadores, Jorginho Cabeção ficou estabelecido o fortalecimento de diálogo entre Executivo e Legislativo em torno de buscar uma solução para o problema de abastecimento da cidade. “Temos que desarmar os espíritos nesta hora e pensarmos apenas no melhor para São Mateus”, enfatizou o presidente, no que concordou o também vereador e secretário da Câmara Jozail do Bombeiro.

O deputado Freitas esclareceu que o Governador Renato Casagrande (PSB) está atento à questão da discussão sobre a implantação da barragem em São Mateus e sugeriu que o assunto fosse tratado junto à Secretaria de Estado da Agricultura (Seag), mas que também envolve a concessão do Saae para a Cesan. Neste ponto houve quem discordasse, como o vice-presidente da Câmara vereador Carlos Alberto Gomes Alves.

O vereador não concorda em repassar o Saae para a Cesan da forma que tem sido discutida. “Em todos os municípios que a Cesan tem o domínio do abastecimento e saneamento, existem problemas. Portanto, essa discussão deve ser bem ampliada”, justificou. Carlos Alberto deu exemplo de cidades que enfrentam problema de abastecimento e são atendidas pela Cesan como Vitória e municípios do Norte, como Nova Venécia e Conceição da Barra.

DA REDAÇÃO DO JORNAL A ILHA | TEXTO HILMAR DE JESUS

Comentários Facebook