Veja dicas do Ipem-ES para a compra de chocolates e congelados durante a Semana Santa

30

O peixe é alimento tradicional durante o período de Semana Santa e, no Espírito Santo, ingrediente fundamental para o preparo da Torta Capixaba. Diante disto, o Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo (Ipem-ES), órgão delegado do Inmetro no Estado, separou importantes dicas para evitar problemas durante a compras de produtos congelados, como o bacalhau, além dos chocolates consumidos durante a Páscoa.

Peixes

Na hora de escolher o peixe congelado pré-embalado, o Ipem-ES recomenda atenção ao peso líquido do pescado. O peso deve corresponder somente ao peixe, descartando a cobertura de gelo e a embalagem. No caso dos produtos em conserva, a recomendação é verificar o peso drenado.

Consumidores que preferem adquirir peixes em feiras e desejam que o produto seja embalado com gelo devem ficar atentos. É importante verificar se o vendedor não pesará o produto depois de acrescentar o gelo.

Outra regra importante para aquisição de artigos a peso, como no caso do peixe fresco, refere-se ao uso das balanças no comércio. Neste caso, o consumidor deve ficar atento se elas possuem o selo do Inmetro, o que garante que elas foram aprovadas e verificadas.

Para saber se a aprovação está em dia, observe o selo de “verificado até 2019 (ou 2020)”. Se a balança tiver informações como peso e preço em inglês, desconfie. Na dúvida, entre em contato com a Ouvidoria do Ipem-ES pelo 08000 39 1112.

Ovos de páscoa

A indicação do peso líquido nas embalagens dos produtos é fundamental. Neste caso, o peso deve referir-se somente ao produto, desconsiderando a embalagem e os brindes no interior do ovo de páscoa, quando houver.

O consumidor deve orientar-se apenas pela indicação do peso líquido dos ovos de páscoa. A numeração dos ovos serve apenas como referência, já que cada fabricante pode adotar uma escala diferenciada de tamanho ou peso.

Brindes

Alguns ovos de páscoa costumam conter brindes ou brinquedos. Neste caso, o consumidor precisa verificar se a embalagem contém a seguinte frase: “Atenção: contém brinquedo certificado no âmbito do Sistema Brasileiro da Avaliação da Conformidade”.

As embalagens dos chocolates também precisam informar a faixa etária de cada brinde ou, se for o caso, informar que não existe restrição de idade para uso do produto. Além disso, os consumidores precisam procurar o selo do Inmetro dentro da embalagem do brinquedo. O selo garante que o produto foi inspecionado e que não oferece riscos à segurança das crianças. Não há obrigatoriedade do selo na embalagem externa do chocolate, uma vez que o produto não recebe essa certificação, somente o brinde.

Outra dica importante é conferir se as informações do produto estão descritas em língua portuguesa.

Irregularidades

Caso o consumidor desconfie ou encontre alguma irregularidade, é possível registrar denúncia junto ao Ipem-ES. Os canais de contato são:
Telefone (segunda a sexta-feira, das 8h às 17h): 08000 39 1112.
Internet, através do link: https://ipem.es.gov.br/fale-ouvidoria
Carta ou pessoalmente (segunda à sexta-feira, das 8h às 17h): Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1595, Ilha de Monte Belo, Vitória – ES. CEP: 29053-245.

DA REDAÇÃO DO JORNAL A ILHA COM INFORMAÇÃO / Assessoria de Comunicação da Sedes/Aderes/Ipem
Andreia Foeger

Comentários Facebook