Desaparecimento de empresário e piloto de asa-delta motorizada completa 6 meses, no ES

Os dois sumiram no dia 21 de setembro de 2018, quando saíram de Linhares, no Norte do Espírito Santo, com destino a Mucuri, no Sul da Bahia

79

desaparecimento do empresário e piloto que sumiram em uma de asa-delta motorizada em Linhares, no Espírito Santo, completou seis meses na quinta-feira (21). Eles voavam com destino a Mucuri, no Sul da Bahia, quando a aeronave sumiu no dia 21 de setembro de 2018.

Após o desaparecimento da aeronave, o Corpo de Bombeiros, familiares, amigos e equipes do exército fizeram buscas nas reservas ambientais da Vale, de Sooretama, e na lagoa Juparanã. Nenhum vestígio do piloto, do empresário e nem da asa delta foram localizados.

Procurados sobre a atualização das buscas dos homens, os bombeiros não responderam sobre o caso. Já a Polícia Civil, que investiga os desaparecimentos, afirmou não ter novidades. Os familiares seguem sem notícias.

Piloto Maike Estefaneli Barcelos e empresário Douglas Lana — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Caso

O piloto Maike Estefaneli Barcelos e o empresário Douglas Lana desapareceram no dia 21 de setembro, quando saíram de Linhares, na região norte do Espírito Santo, em uma asa delta motorizada com destino a Mucuri, na região sul da Bahia.

Os desaparecidos estavam a caminho de um encontro de aero camping no município baiano. Eles saíram de Linhares às 4h40 de sexta. Das 60 aeronaves cadastradas no evento, apenas a aeronave do piloto, do tipo “Trike Voador” não chegou.

A aeronave usada por eles era de pequeno porte e não tinha equipamentos como rádio, GPS ou telefone por satélite, que não são obrigatórios, mas poderiam ajudar na localização.

Namorada de empresário desaparecido recebeu foto após asa delta decolar no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

DA REDAÇÃO DO JORNAL A ILHA | COM INFORMAÇÕES G1ES

Comentários Facebook