Carlos Alberto: “Quero saber onde foi parar os R$ 700 mil”

185

O vice-presidente da Câmara de Vereadores de São Mateus Carlos Alberto Gomes Alves (PSB) quer apurar o desvio de quase R$ 700 mil dos cofres da Prefeitura e para tanto convocou o Secretário Finanças Francisco Pereira Pinto. O dinheiro teria sido desviado no primeiro ano do mandado do prefeito Daniel Santana Barbosa, em agosto de 2017.

A convocação do secretário é para que compareça à Câmara de Vereadores na sessão ordinária do dia 26 deste mês (março). Dependendo da explicação do secretário o vereador pretende entrar com ações no Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado. “Esse dinheiro tem que aparecer. Do contrário o prefeito Daniel vai ter que ressarcir o município com recursos próprios”, antecipa Carlos Alberto.

Em contato com a reportagem nesta terça-feira (12), o vereador enfatizou que está apenas cumprindo o papel de legislador e fiscalizador do dinheiro público. “Na época que constatei no balanço de 2017 a não aplicação do dinheiro, resolvi analisar mais detalhadamente o documento. Por isso, agora quero que o secretário de Finanças explique onde foi aplicado. Não quero chamar o senhor Francisco (Secretário de Finanças) de mentiroso”, avisou o vereador.

E concluiu: “Se o dinheiro não aparecer o prefeito Daniel vai ter que ressarcir o montante desviado aos cofres do município”.

O secretário foi convocado para prestar esclarecimentos na sessão ordinária do dia 26 que começa às 18 horas com transmissão ao vivo pelo Site da Câmara.

No final da tarde desta terça-feira o Secretário de Comunicação da Prefeitura de São Mateus Junior Eller informou que até aquele momento (17h12) tanto o secretário de Finanças não havia sido notificado a comparecer na Câmara de Vereadores para dar esclarecimentos como requereu o vereador Carlos Alberto. “Nenhuma intimação ou convite para o secretário chegou à Prefeitura”, resumiu.

DA REDAÇÃO DO JORNAL A ILHA / HILMAR D E JESUS

Comentários Facebook