Fecomércio descarta fechamento de supermercados aos domingos

Para o presidente da Federação, não há motivos para novas assembleias sobre o assunto

36
José Lino Sepulcri considerou "inoportuna” a proposta (Foto: Dayana Souza / AT — 28/06/2017)

Mesmo com o Sindicomerciários e a Acaps sinalizando o desejo de recuar e fechar os supermercados aos domingos, o presidente da Federação do Comércio do Estado (Fecomércio), José Lino Sepulcri, descartou outro acordo e não confirmou o encontro pedido pelas entidades para amanhã.

Segundo Sepulcri, o acordo referente ao caso já foi votado no ano passado e não há motivos para novas assembleias sobre o assunto.

“Acho inoportuno neste momento voltar a um assunto que foi exaustivamente debatido na negociação da convenção coletiva, que entrou em vigor em novembro do ano passado e vale até 31 de outubro deste ano”, disse.

Leia Mais: Supermercados querem voltar a fechar aos domingos

Sepulcri afirmou ainda que a reunião não está prevista por sua parte. “Essa reunião não está em minha pauta. Lembrando que, na oportunidade da convenção coletiva, mais de 90% dos supermercadistas eram a favor de ser facultada a abertura. Ou seja: quem quiser abre e quem não quiser permanece fechado. Como acontece em todos os demais estados”, lembrou.

A novela da abertura ou não dos estabelecimentos supermercadistas do Espírito Santo teve início em 2009, quando foi decidido que todas as lojas deveriam fechar aos domingos.

O acordo valeu até novembro do ano passado, quando um novo entendimento foi firmado entre representantes do setor.

Pela medida atual, a abertura dos supermercados aos domingos é facultativa.

DA REDAÇÃO DO JORNAL A ILHA | COM INFORMAÇÕES TRIBUNA ONLINE

Comentários Facebook