Sem diárias, Câmara de São Mateus é destaque em economia no estado

104
Prestes a passar o bastão da presidência do Poder Legislativo ao vereador Jorge Recla, o Jorginho Cabeção (PTB), o atual presidente da Câmara Municipal de São Mateus, Carlos Alberto Gomes (PSB), deixa como legado uma lição: a política austera de economia dos recursos públicos.

Uma das medidas para o corte de gastos, que serviu de exemplo para todo o estado, foi o não pagamento das diárias aos servidores e vereadores, de acordo com o portal da transparência.

As câmaras de São Mateus e Cariacica foram as únicas no Espírito Santo que não pagaram o benefício em 2018.

Desde que a atual mesa diretora assumiu em janeiro de 2017, algumas medidas foram implementadas no sentido de economizar os recursos destinados a manutenção do Legislativo.

“Com nossas ações, economizamos e hoje a Câmara tem cerca de R$1 milhão em conta, fora os repasses que fizemos à prefeitura. É preciso responsabilidade com o dinheiro público e respeito ao povo. Um agente público não pode olhar para o próprio umbigo”, afirmou Carlos Alberto.

Continuidade

Jorginho Cabeção, que atualmente ocupa a vice-presidência da mesa diretora e assumirá a presidente da Câmara na próxima quarta-feira, dia 2 de janeiro, elogiou a política de austeridade e afirmou que o mesmo cuidado deve continuar em sua gestão no biênio 2019-2020.

“Nos dois últimos anos provamos aos munícipes que somos responsáveis, não se gastou demasiadamente. E no momento de crise que o Brasil ainda atravessa, nosso trabalho implica também em continuar enxugando despesas de modo que sobrem recursos para investir na nossa população”, declarou.

Concurso

O equilíbrio financeiro permitiu, este ano (2018), contratar um estudo de viabilidade para abertura de concurso público, previsto para ocorrer em 2019. Já foi concluída a primeira etapa para a formulação do projeto que deverá ser apreciado pelos vereadores no ano que vem (2019).
O último concurso para contratação efetiva de servidores da Câmara de São Mateus aconteceu em 1992.

JORNAL A ILHA COM INFORMAÇÃO – Secretaria de Comunicação/CMSM
Comentários Facebook