Jorginho Cabeção é o novo presidente da Câmara de São Mateus

158

A estratégica funcionou e o G6 (Grupo de Vereadores que tem como liderança o vereador Jorginho Cabeção) saiu vitorioso na eleição para a presidência da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de São Mateus para o biênio 2019/2020. A estratégia de se ausentar da cidade para fugir de possível pressão dos aliados do prefeito Daniel Santana Barbosa, o Daniel da Açaí funcionou: os vereadores do G6 ficaram desde a metade da semana que antecedeu o pleito e só compareceu à ^Câmara meia hora antes do início da sessão.

A vitória de Jorginho teve ainda um ingrediente. A união do G6, formado pelos vereadores Carlos Alberto Gomes Alves, o próprio Jorginho, Ajalírio Caldeira, Jerri Pereira, Temperinho e Jozail do Bombeiro. E mais: pode representar um controle do Legislativo ao Executivo com a eleição de Carlos Alberto para vice-presidente. Com o prefeito Daniel às voltas com a Justiça – pode ser cassado em definitivo na sessão do Tribunal Superior Eleitoral desta terça-feira à noite, o atual presidente Carlos Alberto assumirá a prefeitura até 31 de dezembro. Já no dia seguinte, quando Jorginho assume a presidência, automaticamente a administração do município e Carlos Alberto, na condição de vice-presidente, volta a presidir a Câmara.

Mas para isso ocorrer vai depender do julgamento de Daniel. Se um dos ministros do TSE pedir vistas do processo o caso vai se arrastar para os próximos meses, mas, se isso não ocorrer e os ministros acompanharem o voto da relatora do processo, ministra Rosa Weber que já se manifestou pelo afastamento do prefeito, imediatamente o Tribunal Regional Eleitoral no Espírito Santo vai ser oficializado da vacância e determinar a posse do presidente da Câmara e abrir contagem para marcar novas eleições municipais para prefeito e vice-prefeito.

Na eleição desta segunda-feira (3) o presidente eleito não escondeu a emoção ao lembrar a importância da união da família e fé em Deus nos momentos de tomar suas decisões. Na presença da esposa e duas filhas Jorginho Cabeção prometeu lutar pela união do Legislativo. “A partir de agora não são G6 nem Grupo da Minoria, somos dez vereadores e uma vereadora legislando em prol do desenvolvimento de São Mateus”.

Jorginho também destacou a importância da união dos vereadores que compõem o G6 que em momento algum mudaram de posição com relação ao que vem sido praticado há dois anos quando foi eleito o atual presidente Carlos Alberto e agora ele. “Esse grupo demonstrou compromisso e, prova disso, é que fomos eleitos com a responsabilidade de fazer o melhor para São Mateus”, concluiu.

DA REDAÇÃO | HILMAR DE JESUS

Comentários Facebook