Buracos na rodovia São Mateus/Guriri incomodam motoristas

De acordo com a assessora de comunicação do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) o atraso na entrega da obra acontece em decorrência das chuvas.

50

Há quase um ano das obras do trecho de duplicação da rodovia Othovarino Duarte Santos, que liga São Mateus a Guriri, na altura do bairro Rio Preto, terem sido iniciadas, o que se vê é reclamação de motoristas devido à demora de sua conclusão.

Para piorar, a grande quantidade de buracos provoca engarrafamentos e filas enormes em horários de pico, quando é intenso o volume de carros que trafegam pelo local. Em dias de chuva a situação fica mais grave.

Em dias sem chuva, segundo alguns motoristas, não chegam a parar no trajeto, mas a velocidade dos carros não passa de 40 quilômetros por hora. Quando chove, a situação fica ainda mais complicada, obrigando a transitar em primeira marcha. Já atrasou 30 minutos na chegada ao trabalho por causa de congestionamento, conta um motorista que passa todos os dias pelo trecho.

SINALIZAÇÃO

Há reclamação também sobre a sinalização do local liberado para tráfego, principalmente para quem passa pelo trecho, de motocicleta à noite. Domingo, inclusive, havia uma motocicleta totalmente destruída, enroscada em fitas zebradas no trecho em obras. Com a aproximação do Verão, a preocupação é que a situação fique caótica, em decorrência do aumento do fluxo de veículos, com a chegada de turistas e outros frequentadores para a Ilha de Guriri.

De acordo com a assessora de comunicação do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) o atraso na entrega da obra acontece em decorrência das chuvas, mas adiantou que, se o tempo firmar nos próximos dois meses a previsão é de que o trecho esteja com as obras concluídas no mês de fevereiro de 2019.

Comentários Facebook