Com chuva, fogo que matou 84 na Califórnia é controlado

3

As chuvas que atingiram a Califórnia ajudaram no combate ao incêndio florestal que devasta partes do estado americano desde o início do mês. Segundo autoridades locais, as chamas foram praticamente contidas.

O fogo Camp, o mais devastador dos três focos, que destruiu mais de 19 mil imóveis, está 95% contido, segundo informou na quinta-feira (22) o Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios.

O incêndio Camp deixou ao menos 84 mortos e outros 563 desaparecidos desde 8 de novembro. Um segundo fogo, Woolsey, que deixou três mortos na região de Malibu, foi contido completamente na quarta-feira (21).

Centenas de voluntários e policiais passaram o feriado de Ação de Graças na quinta-feira vasculhando os destroços deixados pelo fogo, em busca de restos mortais de vítimas. Para este trabalho, a chuva é um problema.

“A vegetação é o que segura o solo. Com a mata queimada, quando a chuva atingir o solo, há risco de deslizamentos”, afirmou Brian Hurley, meteorologista do Serviço Nacional de Meteorologia.

Na cidade de Paradise, os trabalhos de busca foram paralisados nesta quinta por causa das chuvas. A precipitação e os ventos aumentam o risco de que árvores possam cair sobre as equipes de resgate, segundo Craig Covey, líder dos bombeiros na cidade.

Mais de 800 voluntários estão participando dos esforços de busca e resgate na região.

Outro problema é que a chuva pode levar embora restos mortais de vítimas do incêndio, segundo Kory Honea, xerife do condado de Butte, onde fica Paradise. Tudo o que resta de algumas vítimas são fragmentos de ossos, diz ele, que podem se tornar ainda mais difíceis de encontrar.

A previsão para este sábado (24) é de mais chuvas na região, entre 2,5 e 7,5 cm de água, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia.

Equipes no condado de Butte estão colocando sacos de areia e de feno ao redor de casas queimadas para tentar impedir que a chuva leve cinzas e outros materiais até os rios da região.

Covey e membros do seu time levaram comida nesta sexta (23) para Stewart Nugent, 64, que ficou em sua casa e combateu as chamas com uma mangueira de jardim, um sprinkler e uma pá -o morador estava sozinho com seu gato havia duas semanas.

O incêndio Camp foi um dos mais mortais do último século nos EUA. Paradise, que ficou praticamente destruída, era um destino de aposentados –dois terços das vítimas do fogo tinham mais de 65 anos.

DA REDAÇÃO | COM INFORMAÇÕES TRIBUNA ONLINE

Comentários Facebook