“Carência de lideranças é maior que o déficit financeiro do País”, afirma Hartung

10
Foto: Leonardo Duarte/Secom

O governador Paulo Hartung defendeu, na tarde desta sexta-feira (23), o trabalho de formação de lideranças. Hartung lamentou que, atualmente, a carência de lideranças é maior que o déficit financeiro do País. O posicionamento do governador foi apresentado durante o 13° Encontro de Lideranças, que reúne, até domingo (25), em Pedra Azul, Domingos Martins, importantes nomes do cenário econômico e empresarial do Estado.

“Pretendo seguir minha vida pública atuando no processo de formação de liderança. Acredito que, pior que o grave déficit (financeiro) que o País vivencia, é a falta de lideranças capazes de debater divergências e chegar a um pensamento comum que unifique e transforme o caminho civilizatório da humanidade”, declarou o governador.

Discutir a importância da formação de novas lideranças políticas, bem como a necessidade do engajamento de todos os setores na construção dos rumos do Brasil, é o objetivo central do 13° Encontro de Lideranças.

“Só estou aqui porque quero que minha geração possa, de fato, participar de uma transformação capaz de mudar a realidade do País. Não dá para falar em meritocracia com pessoas sem acesso a comida e serviços básicos. Minha contribuição hoje aqui é neste sentido: mobilizar e convocar essa geração para transformar”, destacou  o apresentador da Rede Globo Luciano Huck.

Já o idealizador da ONG RenovaBR, Eduardo Mufarej, falou sobre a importância do processo de renovação política. Mufarej defendeu o fortalecimento das instituições públicas e democráticas.

IJORNAL A ILHA COM INFORMAÇÃO – Assessoria de Comunicação do Governo do Estado Leonardo Nunes

Comentários Facebook