Sem Vitinho e Aylon, Argel remonta ataque, e Inter aguarda BID por peças

89
 

Em apenas dois treinos antes de enfrentar o Botafogo no domingo, no Beira-Rio, Argel terá a missão de remontar o Inter. Afinal, o sistema ofensivo saiu do Couto Pereira, no empate em 1 a 1 com o Coritiba, com dois desfalques. Vitinho e Aylon, seu reserva imediato, não atuarão. Assim, fica a dúvida: como o treinador irá mexer na estratégia da equipe para o jogo com os cariocas?

Vitinho levou o terceiro cartão amarelo por reclamação. O substituto natural seria Aylon. Mas o azar lhe pregou uma peça. No final do jogo, caiu em cima do ombro direito e sofreu uma luxação. Passará por um exame em Porto Alegre. No entanto, em uma conversa com o departamento médico, já recebeu a notícia de que ficará um tempo afastado.

? Foi um lance em que dividi
e acabei caindo em cima do ombro. Parece que deu uma luxação. A articulação levantou.
Tenho que ver quanto tempo ficarei parado. Está doendo bastante. Não conseguia movimentar. Pode ser em torno de
quase um mês, mas vamos esperar ? disse.

LEIA MAIS
> A classificação do Brasileirão
> Argel vê empate justo no Paraná
> Trio vira dúvida no Inter

Sem Vitinho e Aylon, que, juntos, somam sete gols neste Brasileirão, Argel tem como alternativas Alex, Marquinhos, Andrigo, Mike, Bruno Baio, Yan Petter e Alisson Farias. Porém, deste contingente, apenas os três primeiros estiveram no banco de reservas diante do Coxa. 

Coritiba x Inter, Couto Pereira, Brasileirão, Vitinho (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)Vitinho recebeu o terceiro amarelo contra o Coritiba (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

Andrigo surge como o principal candidato. Mas, após ser eleito o craque do Gauchão, não conseguiu manter o nível neste início de Brasileirão e perdeu a titularidade. Até deu assistência a Vitinho na derrota por 3 a 2 sobre o Figueirense, o que o credencia à vaga. Entre os meias, há também a opção por Alex, mas Argel tem dado ênfase ao revezamento entre o veterano ou Anderson na equipe. Dificilmente irá escalar os dois lado a lado no meio-campo.

Por outro lado, existe outra esperança. O treinador ainda pode receber duas novas alternativas para o final de semana: Brenner e Seijas. O primeiro já trabalha há algum tempo no Centro de Treinamentos do Parque Gigante em recuperação de lesão muscular na coxa direita. Já em condições e com a compra de seus direitos efetivada junto ao Juventude, o centroavante não consta no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Caso seja inscrito, surge como opção.

Situação semelhante ocorre com o venezuelano. Após defender seu país na Copa América, chegou a Porto Alegre na quinta-feira e já realizou o primeiro trabalho na academia do clube. Com a reabertura da janela de transferências internacional no último dia 20, sua utilização está atrelada somente ao registro no BID.

Seijas Inter (Foto: Internacional/Divulgação)Venezuelano Seijas trabalhou na academia do Inter na quinta-feira (Foto: Internacional/Divulgação)

O ataque, é bom que se diga, não é o único setor que inspira cuidados de Argel. Danilo Fernandes e Geferson deixaram o campo com problemas, ambos na coxa direita. O goleiro, mesmo descontado, permaneceu na partida porque o time já tinha realizado as três alterações. Se for vetado pelo departamento médico, Muriel aparece como o provável titular. Já no lugar do lateral-esquerdo, Artur deve naturalmente recuperar a vaga.

Se as baixas aumentaram, e Paulão, com um estiramento na panturrilha direita, segue fora, Rodrigo Dourado provavelmente volta a ficar à disposição. O volante, recém recuperado de lesão na coxa direita, acabou preservado diante do Coritiba em razão do desgaste apresentado nos dois jogos anteriores. 

A partir desta sexta, Argel começa a encaminhar o Inter. Com o resultado no Couto Pereira, o time soma 20 pontos e ocupa a segunda posição. Na próxima rodada, a equipe enfrenta o Botafogo. A partida será disputada no domingo, às 16h, no Beira-Rio.

Confira as notícias do esporte gaúcho no globoesporte.com/rs

Comentários Facebook